sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Fox Sports decide declarar guerra à Net e à Sky.






Agora é guerra entre a Fox Sports, a Net e a Sky.

A maior arma do canal americano a cabo é a pressão popular.

A estratégia é privar os telespectadores dos jogos da Libertadores para pressionar as operadoras.

Executivos da Fox resolveram não usar mais os canais Speed e FX para mostrar partidas.
Com isso, os assinantes que têm Net e Sky poderiam ver os jogos.
Só que os executivos acreditam que estariam desvalorizando, violentando seus canais.
E aceitando passivamente as dificuldades, que as operadoras resolveram criar para travar a concorrente da SporTV.
O comando da Fox vê na Globosat a pressão para dificultar, travar o plano de mostrar a Libertadores.
"As operadoras estão prolongando ao máximo a negociação.
Nós já deveríamos ter o canal Fox Sports na Net e na Sky há muito tempo.
Só que ficam criando dificuldades absurdas.
A estratégia é mesmo deixar o tempo passar.
Só a pressão dos assinantes exigindo o canal e cancelando a assinatura pode mudar o cenário atual.
A pressão da Globosat para proteger a SporTV que perdeu a Libertadores é imensa.
Mas não vamos ficar de braços amarrados.
É guerra.
Chega de monopólio."
O funcionário da Fox Sports me revela a estratégia.
Primeiro nada de Speed e FX mostrarem futebol.
Em todos os jogos, os torcedores serão incentivados a pressionar as operadoras Net e Sky, as maiores do Brasil.
A mensagem não é à toa.
Sem hipocrisia, funcionários da Fox sabem que inúmeros torcedores, sem opção, acompanham os jogos em sites ilegais.
Os recados são para eles.
Além disso, no site oficial da Fox Sports há o golpe final.
Os telefones das centrais de atendimento da Net, Sky, GVT, Via Embratel e CTBC.
A sugestão é exigir da Fox Sports.
Ou então tomar providência.
Entre parênteses, cancelar a assinatura.
Apesar de todo o barulho, as operadoras Net e Sky continuam firmes.
Dizem aos assinantes que a negociação está em andamento.
E não há a menor previsão de acerto.
Se a situação continuar, a Fox Sports promete uma campanha mais forte.
Divulgar a situação em jornais, revistas e propagandas nos canais Fox.
O que não pode acontecer nesta briga capitalista é uma única situação.
A que não seja o assinante o grande prejudicado nesta guerra.
Se as emissoras e as operadoras se acertarem, a saída não pode ser a mais canalha.
Um grande aumento na já cara TV a cabo no Brasil para ver a Libertadores.
Esse é um medo real.
E muito possível...

FONTE :: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/2012/02/09/fox-sport-decide-declarar-guerra-a-net-e-a-sky-e-vai-usar-os-assinantes-como-massa-de-manobra-para-mostrar-a-libertadores-da-america-para-o-brasil/




Ajude Portal Clique na Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário